Síndrome do Concurseiro Vazio

concurseiro

Os pais, quando seus filhos crescem e saem de casa na fase adulta, sentem-se solitários e suas vidas parecem se esvaziar. Essa é a "Síndrome do Ninho Vazio", pois passam a vida criando aquelas pessoas e, muitas vezes, esquecem de si mesmas. Fenômeno parecido acontece com concurseiros. É a "Síndrome do Concurseiro Vazio".

O que é a Síndrome do Concurseiro Vazio?

Nesse sentido, quando concurseiros estudam tanto, fazem tantas renúncias, não é raro esquecerem das coisas que lhes dão prazer. Não se lembram mais das coisas que lhes dão alegrias. Afinal, quase nunca se tem tempo para isso.

Agora, na quarentena, isso fica ainda mais evidente. Não há concursos acontecendo, pois, por conta da pandemia, muitos estão com suas provas suspensas ou com data postergada.

Com isso, os concurseiros não se encontram em reta final. Não estando nesse sprint, possuem um pouco mais de tempo para descansar. E quando vão buscar o que fazer no momento livre, muitas vezes não sabem o que fazer (risos). Parece um paradoxo, mas quem nunca pediu por mais tempo para desacelerar!?

O que fazer com tanta liberdade?

O pensamento é igual ao pagode dos anos 90: "o que que eu vou fazer com essa tal liberdade?" A pergunta é uma retórica, mas vamos ajudar nesta tarefa.

Que tal arrumar sua casa? Que acham de ler aquele livro que todos comentam ser incrível? Se não aguentam mais ler qualquer coisa, podem ver alguma série famosa (e, assim, ficar por dentro do que seus amigos conversam nas rodas de bate-papo).

O importante é nunca se esquecerem de si mesmos. Já tratei disso em outro artigo, mas é muito importante reforçar.

A importância do autocuidado

É muito relevante que vocês não percam o contato consigo mesmos e com suas identidades.

Sabemos que estudar para concursos é algo muito transformador e que, no meio desse processo, tudo se transforma, inclusive, seus gostos.

No entanto, é bom se desligar um pouco, nem que seja por uma hora, da rotina e mergulhar em algo que te faça bem.

A aprovação em concurso não é um fim em si mesma. É uma grande conquista e vai gerar enorme alegria, mas é importante que vocês não se percam durante o processo de preparação.

Afinal, a euforia, advinda da nomeação, um dia passa. Por isso que se deve ter cuidado para que a "Síndrome do Concurseiro Vazio" não pegue você. 

Converse comigo

Se você quiser conversar comigo sobre essas e outras questões, siga-me no Instagram @concurseiro.solitario. Será um prazer!

Raquel Monteiro, é advogada, escritora e professora pós-graduada em Direito Público pela Universidade Gama Filho, blogueira do Concurseiro Solitário. Já foi oficial da Marinha do Brasil e agora, todas as quintas, posta aqui no Master Juris as vicissitudes da vida de uma legítima concurseira carioca.

Artigos Mais Lidos:

Artigos Relacionados

Respostas

Master Juris Premium

concursos jurídicos superiores
Planos de Assinatura
* Saudades do site antigo? Acesse-o aqui
close-link

Promoção de (re)Lançamento!

Assine o Master Juris Premium por apenas 12 x 59,90 (plano anual). Mais de 4.000 videoaulas, guias por carreira, rodadas de exercícios, correção de discursiva e até orientação para prova oral. 

Não perca. A promoção tem prazo limitado.
Ver Planos
close-link