O Código de Ética da Magistratura. Independência. Imparcialidade. Transparência. Integridade pessoal e profissional. Diligência e dedicação. Cortesia. Prudência. Sigilo profissional. Conhecimento e capacitação. Dignidade, honra e decoro.