Recursos em Concurso Público: qual a importância?

recursos em concurso público

Todo mundo aconselha que você recorra das questões de concursos que errou, mas poucas pessoas fazem isso verdadeiramente. Falemos a verdade: muita gente tem preguiça de elaborar recursos porque tomam tempo de estudos e dão trabalho. As pessoas tendem a deixar para que outros candidatos recorram. Ocorre que, quanto mais recursos, mais as bancas percebem a necessidade de rever o gabarito quando este possui algum equívoco.

Existem, também, concurseiros(a) que, antes mesmo de tentarem, já desistem de recorrer porque pensam que será um trabalho inútil e que seus pleitos não serão providos. Realmente, isso acontece de vez em quando, principalmente, no que diz respeito às discursivas. No entanto, isso é exceção. A regra é que é possível, sim, ter sucesso nos recursos.

Qual a importância dos recursos em concurso público?

Ao contrário do que se diz, redigir um recurso não é perda de tempo e de estudos.

Afinal, ao se elaborar uma impugnação, você precisa revisar o conteúdo. Neste momento, é possível verificar como a banca costuma cobrar determinado assunto, se é pela lei, se pela jurisprudência, se é pela doutrina ou se é uma mistura das três modalidades.

Com isso, ao buscar embasamento teórico, também se treina redação. Enfim, só há vantagens em recorrer!

Como ocorre na prática

Fiz concurso para a procuradoria do município de Cordeiro, aqui no Rio de Janeiro.

No momento do gabarito preliminar, eu havia feito um percentual de 72,5% de acertos da prova e isso não me possibilitaria ir para a próxima fase, qual seja, da prova de títulos.

Ocorre que, a maioria dos meus recursos foram levados em consideração. Com isso, 2 questões foram anuladas e uma teve o seu gabarito modificado. Eu passei para um percentual de 81% de acertos e - adivinhem - eu precisei sair correndo para enviar cópias autenticadas do meu diploma e histórico escolar da pós-graduação.

Sim, fui para a etapa final do concurso!

Corra atrás do SIM!

Essa é só mais um demonstração de que o mundo é dos ousados!

Mais chances de vencer têm aqueles que não têm medo de correr riscos e de trabalhar duro para isso.

Se você estudou e sabe que a questão não possui resposta ou mais de uma resposta, se a sua resposta discursiva está correta por algum outro fundamento não considerado pelos examinadores, recorra sempre!

O não você já tem. O sim você pode por ele buscar.

Onde estudar?

Estudar de forma autônoma pode ser uma tarefa um pouco complicada, tanto por questões de organização, quanto por confiabilidade dos conteúdos estudados. Assim, quando o concurseiro estuda sozinho, geralmente, encontra as informações sobre cada disciplina na internet, o que é perigoso, já que nem sempre são materiais atualizados e de credibilidade.

Por isso, um curso preparatório para concurso on-line focado em carreiras jurídicas é um ótimo aliado para garantir um aprendizado de qualidade.

O que achou das dicas sobre recursos em concurso público? Continue acompanhando o blog do Master Juris e confira os benefícios de realizar um curso para concurso on-line.

CONVERSE COMIGO

Se você quiser conversar comigo sobre essas e outras questões, siga-me no Instagram @concurseiro.solitario. Será um prazer!

Raquel Monteiro, é advogada, professora, pós-graduada em Direito Público pela Universidade Gama Filho, blogueira do Concurseiro Solitário. Já foi oficial da Marinha do Brasil e agora, todas as quintas, posta aqui no Master Juris as vicissitudes da vida de uma legítima concurseira carioca.

Artigos Mais Lidos:

Artigos Relacionados

Respostas

Master Juris Premium

concursos jurídicos superiores
Planos de Assinatura
* Saudades do site antigo? Acesse-o aqui
close-link

Promoção de (re)Lançamento!

Assine o Master Juris Premium por apenas 12 x 59,90 (plano anual). Mais de 4.000 videoaulas, guias por carreira, rodadas de exercícios, correção de discursiva e até orientação para prova oral. 

Não perca. A promoção tem prazo limitado.
Ver Planos
close-link