Guia da prova de títulos

Essa é uma fase com a qual poucas pessoas se preocupam, pois, muitas vezes se sentem muito distantes dela.

Ocorre que, em se tratando de concurso público, cada ponto é importante.

Quando começar a pensar nesta fase?

Não dá para pensar nesta fase somente após a aprovação, pois é possível que você se atrapalhe e deixe de pontuar nesta etapa, perdendo posições na lista de classificação.

Sabemos que, na maior parte dos editais, pontua-se doutorado, mestrado (pós-graduação strictu sensu) e especialização (pós-graduação lato sensu).

Na grande parte das vezes, só se pode apresentar um diploma de cada curso destes.

Até aqui, nenhuma novidade para quem presta concursos para cargos de nível superior.

Por isso, é muito importante fazer uma pós-graduação e, de preferência, uma que aproveite suas disciplinas estudadas para concursos públicos, de modo a não atrapalhar seus estudos.

Afinal, tempo é um artigo de luxo para quem está estudando.

Novidades na prova de títulos em concursos públicos

A novidade tem sido o fato de que em alguns editais recentes que estão surgindo - e isso pode revelar uma nova tendência - a de se aceitarem 2 (dois) diplomas de pós-graduação lato sensu na pontuação de títulos.

Enquanto a maioria das pessoas pensa que um curso basta, saiba que existe esta possibilidade em alguns editais.

Daí, se você tiver concluído somente um curso desta natureza, convém já fazer outro para pontuar mais ainda nesta etapa.

Se você já estiver no segundo curso, podemos dizer que sua estratégia foi visionária!

Fique atento às inovações!

De sugestão para atingir estes pontos, ficam os cursos oferecidos pelo Master Juris em parceria com o Descomplica.

Só que a inovação não acaba por aqui.

Estes mesmos editais, além de possibilitarem dois cursos de especialização, estão vindo com titulação para cursos de aperfeiçoamento.

É algo novo, pelo menos, na área jurídica.

A maior parte deles aparece nos certames com a exigência de uma carga horária mínima de 120 (cento e vinte) horas.

Saiba que estes cursos, como os oferecidos pelo Master Juris, devem guardar pertinência com a área de formação do candidato ao processo seletivo e com a futura função a ser exercida.

Então, o que fazer nesses casos?

Estude pelos cursos e solicite seu certificado de conclusão junto à instituição de ensino.

Resumo da ópera

Felizmente, o Master Juris nos oferece automaticamente o documento eletronicamente após a conclusão de cada módulo, seja este gratuito ou do conteúdo premium.

Este é gerado de forma automática após completar todas as aulas assistidas.

Com isso, convém que você vá reunindo em uma pasta de documentos os comprovantes de cada curso que for concluindo.

Essa é uma dica de ouro!

Gostou do nosso conteúdo?

Siga acompanhando os artigos do Blog do Master Juris, pois toda semana tem conteúdo novo sobre o mundo dos concursos públicos para aumentar seus conhecimentos.

Se você quiser conversar comigo sobre essas e outras questões, siga-me no Instagram @concurseiro.solitarioSerá um prazer!

Deixem seus feedbacks! Bons estudos!

Artigos Mais Lidos:

Artigos Relacionados

Respostas

Espere!

Promoção
Volta às aulas!

Que tal estudar pagando pouco?

Faça uma assinatura anual do Master Juris pagando R$39,90 por mês. Pouco mais de 1 real por dia. Incrível, né? Aproveite, é por tempo limitado!

Combo Pós-graduação + Plano Anual Master
de R$1.438,80 por 12 x R$59,90 !!!