Dicas de Estudos para Concursos – Por um Concurseiro

Atrás de dicas para iniciar os estudos para concursos? Chegou ao texto certo.

Imagina aquele aluno da faculdade que está presente em todas as aulas, participa, enche o saco dos professores e da turma tirando dúvidas, está (quase) sempre com os cadernos em dia. Esse era eu durante a graduação. Ao fim desta, após muitas reflexões, decidi estudar para prestar concurso para a carreira de Juiz de Direito (a qual ainda não alcancei, diga-se de passagem).

Lendo isso, talvez você pense que foi fácil para mim começar os estudos para concursos - e manter esse foco. Quem dera! Essa não é a verdade. Por medo, já (re)iniciei os estudos umas 4847393728237 vezes. Ou mais. Em muitas outras oportunidades, pensei em desistir. Escolhi ir em frente, entretanto, chegar num ponto em que no máximo reviso a matéria, avançando a cada dia. É aqui que me encontro hoje. E é onde quero que você chegue também.

Então, vamos aos passos que me ajudaram. Espero que lhes ajudem também. Confira algumas dicas que posso lhe dar para seus estudos rumo à aprovação nos concursos. 😉

Seja Honesto Consigo Mesmo na Escolha da Sua Carreira - estudar para muitos concursos não é o caminho

O primeiro passo é escolher a carreira que pretende seguir. Não é necessário que seja seu sonho de infância, mas que você seja compatível com ela. De nada adianta estudar para ser um juiz, por exemplo, se você tem grande desejo de investigar crimes; nessa hipótese, o mais indicado é que estude para delegado de polícia ou, até mesmo, promotor público. Ainda que alcance a magistratura, nessa hipótese, há grandes chances de que se torne infeliz em sua futura profissão ou que atue como um "juiz inquisitorial" - o que não é nada legal para o cargo.

Além disso, é importante ser feita essa escolha para saber quais matérias você terá que estudar. Por exemplo, caso queira ser Procurador, provavelmente terá que estudar Direito do Trabalho para o concurso, matéria que não é normalmente cobrada em concursos para Magistratura Estadual e Federal.

Entenda que Você Terá que Fazer Sacrifícios na Sua Jornada

É importante ter em mente que escolher a carreira é apenas um passo. Mais do que isso, você deve saber que terá que fazer sacrifícios rumo ao seu objetivo. Se você é pai, mãe, e/ou casado, disporá de menos tempo para sua família; caso trabalhe, terá que usar o período que seria de descanso para os estudos rumo ao seu concurso.

Será chato fazer sacrifícios num primeiro momento. Mas, entendendo que eles lhe levarão a uma situação melhor do que a atual, ficará fácil realizá-los.

Caso ache que mesmo com sacrifícios não há chances de alcançar seu objetivo, mude sua opinião. Volta e meia surgem, por exemplo, notícias de mães dedicadas, com pouquíssimo tempo disponível para os estudos, que chegaram à aprovação. Você, como eu ou qualquer outra pessoa, é capaz. Basta insistir. Passar num concurso público não é impossível. Estude com disciplina e dedicação e verá que é o suficiente.

Tempo de Estudo Diário

Apesar de parecer um assunto complexo, não é. Fiquei por um grande período focado nisso, mas hoje entendo que não era necessário, por ser algo bem simples de lidar. Quer ver?

Pegue um papel, uma caneta, e responda com honestidade:

  • De quanto tempo livre dispõe por dia?
  • Suas atividades diárias variam no decorrer da semana?
  • Esse tempo livre pode se voltar para os estudos?
  • Existe algo que você faça que pode deixar de fazer em favor dos seus objetivos?
  • Está apto a abdicar de seus fins de semana em prol do que deseja?

Tenha em mente que é algo que só você poderá fazer por si. Não se decepcione ou pense em desistir caso escreva, por exemplo, que não está apto a abdicar dos fins de semana. Só você conhece sua realidade. Se está disposto a estudar quatro ou mais horas por dia, com qualidade, muito provavelmente haverá uma compensação, nesse caso.

Lógico que quanto mais horas disponíveis, melhor e mais fácil será esse processo. Porém de nada adianta fazer isso se a cabeça ficar com outras preocupações no momento que deve ser de estudo. E só o fato de você ter começado e insistido nisso já deve ser motivo para orgulho. A partir daqui, evolua.

Elabore um Cronograma para Si

Feitas as anotações do tópico anterior, faça um cronograma com as matérias que tem que estudar. Caso tenha dúvidas em como fazer um, procure por alguns que já estão prontos na internet. O Master Juris, por exemplo, dispõe de vários, para diversas carreiras, como esse para a Magistratura.

Caso nenhum deles seja adequado para sua realidade, não tem problema. Você precisa apenas adaptá-los. Se o cronograma recomenda seis horas de estudos diários, e você só dispõe de quatro, faça reduções proporcionais, adeque-o ao que precisa.

Apenas para exemplificar, eu trabalho 8h por dia, advogo, e, como moro sozinho, tenho que fazer a faxina da casa e minha comida. Para reduzir ainda mais meu tempo livre, sou preguiçoso e gosto de dormir minhas 8h diárias. Mesmo com todas essas responsabilidades, arranjo diariamente de 3h a 4h para estudar com qualidade. Aos fins de semana, essas horas aumentam para 6h a 8h (em alguns, quando estou bem concentrado, chegam a 12h). Meu cronograma foi organizado com base nisso: às segundas costumo fazer faxina, então estudo uma a duas horas a menos do que o normal; na terça, durmo uma hora a menos, e nesse período fico encarando alguma lei ou livro para compensar. Assim sigo. Vou me adaptando conforme a necessidade.

Ainda assim tem dúvida em como orientar o cronograma? Recomendo a utilização de um site que organize as matérias para você, como o Zera Edital, que tem matérias de vários editais verticalizadas e cujo uso é gratuito. Adapte suas horas com base na orientação fornecida e mãos à obra.

A Necessidade de Motivação

Motivação para estudar é importante. Acredito que na maioria dos casos, ela que leva as pessoas a darem o pontapé inicial e manter a tarefa. Mas ela não pode ser seu único apoio na hora dos estudos. Nem sempre ela estará ao seu lado quando você pegar no livro ou iniciar uma aula. Então não dependa exclusivamente dela.

Como fazer isso? Tendo em mente que você só precisa de uma pessoa para chegar à excelência: você. Nos dias que estiver se sentindo cansado, sem vontade, ainda assim, faça. Se fosse um trabalho, você não teria que fazer? Se fosse a fralda da sua criança, você não teria que limpar? São seus livros, vai ler eles. São suas aulas, vá assisti-las. É seu objetivo: vá alcançá-lo. Ninguém fará isso por você.

Caso ainda assim precise de um apoio, ainda que puramente emocional, pense na sua realidade e no que quer alcançar, nas coisas que quer fazer. Leia algo que te influencie positivamente. Eu, por exemplo, quando sinto alguma dificuldade, adoro ler esse texto. Acho ele realista o suficiente para me colocar no meu devido lugar: na frente de um livro ou aula de direito.

Livro ou Aula?

Infelizmente não posso responder a todos os questionamentos que podem aparecer. E certas coisas são extremamente pessoais. A resposta à pergunta acima é uma delas. Acho que o melhor nos seus estudos para concursos é o que se adapta bem a você.

Eu, por exemplo, uso os dois. Sou muito inseguro, então, sempre depois de assistir as vídeo-aulas, pego o livro e leio. Sublinho o que acho importante, faço marcações e mando as dúvidas para os professores. Mas reconheço que tem alguns que se adaptam melhor ao livro, outros à aula. A pessoa deve decidir isso por si mesma, em minha opinião.

Que tal nossas dicas de estudos para concursos?

Gostou dessas dicas de estudos para concursos? Quer sugerir outras? Deixe abaixo seus comentários, com sugestões e críticas. 😉

Quer mais dicas??? Então veja gratuitamente essas técnicas do grande William Douglas que você pode aplicar aos seus estudos:

No mais, continue acessando o Master Juris e leia mais dicas de estudos. ^_^

Bons estudos!

Artigos Mais Lidos:

Artigos Relacionados

Respostas

  1. Belo artigo, inspirador. Nós concurseiros somos batalhadores, e você é modelo disso, parabéns.
    Será que poderia falar posteriormente das nuances sobre as práticas juridicas para concurso publico, e a sua forma de contagem.
    Muito obrigado, e mais uma vez…parabéns pelo trabalho. Grande abraço.

    1. Fala, Thiago! Muito obrigado pelas palavras! Iremos trabalhar num artigo assim sim. É um excelente tópico para todos os concurseiros, todo certame gera dúvidas variadas. Forte abraço. E bons estudos!

  2. Muito bom o texto. Eu trabalho, e pretendo fazer curso de direito. Quero muito futuramente ser uma Delegada da policia Civil, tenho fé em Deus, espero um dia conseguir esse objetivo. Trabalhar e estudar não é fácil, mas não é impossível.

    1. Aline, muito obrigado por seu comentário! ^_^ A cada dia nessa vida de concurseiro, tenho conhecido cada vez mais pessoas q trabalham e estudam e, no fim, passam. Não é nada impossível. Só temos q seguir em frente e fazer nossa parte.
      Bons estudos, Aline! Na torcida por vc!

Halloween Master

Dias
Horas
Min
Seg

-40%

12 x R$34,90 (Plano anual)