account_circle Login | Registro

Não espere as condições ideais!

Não é raro meus amigos e amigas, que não são concurseiros, procurarem por mim porque estão saturados de seus empregos, de suas empresas (no caso dos empreendedores) e de procurarem emprego (no caso dos desempregados). Eles querem saber como é estudar para concursos.

Sempre tenho boa vontade em ajudar àqueles que desejam, como eu, ter uma boa colocação no mercado de trabalho, conciliando suas vocações com o bem servir ao público e ao Brasil. Só que não minto sobre as vicissitudes do processo de aprendizagem. Falo sempre sobre as dores e as delícias do trajeto.

Eles até me ouvem, dizem que querem passar por tudo isso, mas acabam, muitas vezes, aguardando eternamente as condições ideais para começar a estudar. Não sei se fazem isso por autossabotagem ou se o descontentamento é apenas momentâneo. Apenas sei que as condições ideais não existem.

É duro dar esse choque de realidade, mas o momento perfeito não existe. Nós é que o criamos! A gente aprende a dizer não, fazer renúncias, a ser focado, a ser disciplinado, tudo isso em nome das nossas metas. Simplesmente, fazemos a mágica, que tantos esperam  que caia do céu, acontecer.

Não dá para ficar esperando um concurso cheio de vagas, com pouca concorrência, poucas matérias, só com as disciplinas com que temos facilidade e ainda ser bem remunerado para, só então, começar a estudar. Além de nunca começar, quando algo parecido surgir, não haverá tempo hábil de se preparar para a oportunidade.

Ademais, se você ficar aguardando ter mais tempo, sua família te apoiar, seus amigos e amigas validarem sua escolha, o tempo vai passar e você nunca começará a estudar. Pior: vai ter que aguentar a frustração de ver, todos os anos, gente passando nos concursos e ver sua vida do mesmo jeito.

É claro que não existe só concurso público! Meu irmão, por exemplo, é extremamente feliz na iniciativa privada. Não é disso que estou falando. Refiro-me ao comodismo das pessoas com ocupações que não as agradam, com remunerações aquém do que desejam para suas vidas. É de preguiça, de falta de coragem e de inveja de quem já conseguiu que estou falando.

Resumo da Ópera: muitos querem os bons salários, a estabilidade dos concursos públicos, mas poucos estão dispostos a pagar o preço de uma boa preparação para realizarem este sonho. Portanto, não basta querer. Tem que fazer acontecer. Não espere as condições ideais. Apenas estude!

Se você gostou do texto e deseja conversar comigo sobre este e outros assuntos relacionados a concursos públicos, siga-me no Instagram: @concurseiro.solitario.

 

Sobre Raquel Monteiro

Raquel Monteiro, é advogada pós-graduada em Direito Público pela Universidade Gama Filho, blogueira do Concurseiro Solitário. Já foi oficial da Marinha do Brasil e agora, todas as quintas, posta aqui no Master as vicissitudes da vida de uma legítima concurseira carioca.

Ver Todos os Posts
Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Master Juris - Marca
 
 

MASTER JURIS - 2018. Todos os direitos reservados.