A incrível carreira de Delegado da Polícia Civil

Para conseguir esse almejado cargo, o Bacharel em Direito precisa ser aprovado em um concurso público. Algumas instituições exigem tempo de prática jurídica do candidato e/ou optam pela realização de prova oral, como etapa deste concurso público.

Muitas são as variações possíveis no concurso para Delegado da Polícia Civil, a depender de qual instituição se pretende ingressar. Apesar disso, a realidade das funções do Delegado é basicamente a mesma, independentemente de hoje esteja na Federação. Você conhece as particularidades mais interessantes desse cargo?

Acompanhe este post até o final e fique por dentro de tudo!

O que, efetivamente, faz um Delegado da Polícia Civil?

O Delegado da Polícia Civil é o chefe da Polícia Investigativa, de uma das Polícias Judiciárias (a Polícia Federal também é espécie deste gênero).

O Delegado possui a clássica função de comandar a investigação de delitos, desvendando os indícios de sua autoria e as provas de sua materialidade. Sim, a tal da justa causa que você sempre ouviu falar quando estudou Direito Processual Penal!

Via de regra, as apurações das infrações penais são documentadas em um inquérito policial, que guarda todas as diligências que foram realizadas no caso concreto. Todas essas diligências são organizadas e determinadas pelo Delegado também, a fim de esclarecer todos os fatos que envolvem aquela situação criminosa.

Por que a carreira de Delegado se diferencia tanto das Carreiras Jurídicas?

Pode-se dizer que é um tipo de carreira jurídica também, pois pressupõe um saber jurídico e é voltada para o bacharel em Direito. Contudo, o cotidiano das atividades policiais torna esse cargo tão distinto e único dos outros.

O Delegado de Polícia é preparado especialmente na Academia de Polícia, recebendo preparo operacional de táticas policiais. É a hora em que diversos concurseiros ficam bastante animados: aulas de tiros, técnicas de combate, uso da força física e muito preparo físico! Não é sem motivo que esse concurso tem um TAF, não é mesmo?

Toda essa preparação vai se refletir nas atividades diárias do Delegado de Polícia, que pode muito bem desempenhar suas atividades burocráticas sentado confortavelmente em uma sala com ar-condicionado, mas logo em seguida ter que correr, colocar colete, se armar e partir para uma operação policial real, empregando sua arma de fogo e comandar uma operação policial daquelas que se vê na TV.

Se você quer algo mais “animado” e não gosta muito de rotina, parece a carreira ideal para você!

Então, afinal, qual o “perfil” ideal para um candidato ao cargo de Delegado de Polícia?

Como estamos diante de uma carreira que mistura atividades jurídicas e policiais, certamente o perfil profissiográfico do candidato é bem interessante.

Inteligência emocional, controle e capacidade de raciocinar sob pressão são características essenciais para qualquer atividade relacionada às polícias. Por isso, há uma minuciosa análise psicotécnica envolvida nesses cargos. O Delegado exerce papel de grande responsabilidade social e somente aqueles mais preparados - não apenas em conhecimentos jurídicos - devem poder exercê-lo.

Além disso, é claro que se exige ética, honestidade e ser um excelente tomador de decisões. Afinal, você quer alguém que seja capaz de pensar em um possível tiroteio como a autoridade responsável, não é mesmo? Ou como a pessoa responsável pela sua prisão.

Portanto, alguém que conheça muito bem o Direito, para aplicá-lo justamente ao caso concreto, bem como alguém que seja capaz de enfrentar os momentos de estresse da profissão, sem se desequilibrar, tem o perfil ideal para tal cargo.

Você tem o que é necessário?

Como é o concurso público para Delegado? Quais os requisitos?

Alguns Estados exigem prática jurídica  ou policial de 2 ou 3 anos daquele que já é bacharel em Direito. Mas outros Estados, não. Portanto, a situação é bastante variada e distinta no Brasil. É preciso ficar atento ao que foi previsto no edital de seu interesse.

Quais as etapas deste concurso? O que eu devo estudar mais?

Mais uma vez, a situação varia um pouco de Estado para Estado. Podemos observar um padrão: sempre há uma primeira fase objetiva e uma segunda fase discursiva. O que pode ser distinto é a existência, ou não, de uma fase oral. O TAF também ocorre em todas as Polícias do país.

Quanto às disciplinas que você deve estudar, novamente: Olho no edital! Algumas disciplinas, por óbvio, serão cobradas em todos os concursos para Delegado. Mas cada Estado e cada edital também vai ter a sua peculiaridade.

É impossível que você passe neste concurso público sem ser fera em Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Constitucional e Direito Administrativo. Isso, eu posso te garantir.

Quanto às outras disciplinas, algumas são quase que figurinhas certas e vale a pena você estudar também, pois quase certo que aparecerão no seu edital, como Medicina Legal, Direito Civil, Direito Empresarial, Direito da Criança e do Adolescente e Direito Ambiental. Fora isso, somente seu edital vai te dizer!

O TAF - teste de aptidão física - também vale a pena seu esforço e dedicação desde já. Comece a se alimentar melhor de agora. Pratique exercícios físicos desde já, regularmente. Após ele, você ainda terá exames médicos, psicológicos (“psicoténico”) e exame de vida pregressa.

Alguns Estados também colocam, como fase do concurso, o curso de formação em sua Academia de Polícia.

Como posso começar a me preparar?

Adquirindo um bom curso preparatório, acompanhando as aulas, lendo, ficando atualizado com a jurisprudência e treinando questões anteriores de outros concursos para o cargo de Delegado de Polícia.

Se você tem dificuldade em organizar sua rotina de estudos, o Master Juris te ajuda, com uma incrível TRIPS Extensiva para o concurso de Delegado da Polícia Civil, te orientando exatamente no que estudar a cada semana.

Não se esqueça que só não passa, quem desiste!

Nos vemos na próxima.

Um beijo e até lá.

Artigos Mais Lidos:

Respostas

Master Juris + Pós-graduação

POR APENAS 12 x R$59,90 VOCÊ FAZ A SUA PÓS-GRADUAÇÃO JURÍDICA (são mais de 30 para você escolher) e ainda ganha acesso a TODOS os cursos do Master Juris por 1 ano. Chegou a hora de turbinar o seu currículo!